Postagens

Y_rastros

Imagem
Essa feitura foi na primavera e na parceria de Rastros de Diógenes. Ainda em 2021. Aliás, foi de Rastros que surgiu o roteiro, a proposta, eu apenas peguei carona nessa cauda de cometa e estive junto para ajudar a dar forma e ritmo ao filme. Já faz alguns anos que eu e Diógenes temos colaborado, temos realizado coisas juntas. Nos conhecemos desde o Ensino Médio, que cursamos no Colégio Estadual Souza Aguiar. Era um tempo louco - e que tempo não é? - mas estávamos nos afetando e seguimos o mesmo ritmo. Prova disso é a nossa amizade. Diógenes me ensina muito.   Fui um dia a sua direção, o dia da gravação. Lá, no alto do morro, depois de uma curta trilha, gravamos alguns takes com base nas ideias do roteiro. Dió fez fumacê, benzeu a terra com folhas, correu e plantou. Tudo isso está no filme, tudo isso faz parte de quem Dió é em especial junto da ancestral que a visita, L3n1r4. Depois de captadas as imagens, editei-as criando camadas e junto de outras imagens enviadas por Dió. Essas outra

lab-cam#25

Imagem
realizado dia 20/10/2021 aterrissar voar mergulhar levitar     após o Lab, realizei uma aula de Yoga com Pri Leite e uma das dinâmicas entre um movimento e outro, redefiniu alguma coisa no meu corpo > a Yoga propõe uma jornada para o corpo 

Sonho e Cômodo

Imagem
Tem um sonho que sempre se repete pra mim. Aliás, um cenário que sempre revejo em sonhos. O mesmo cenário emergindo dos meus cenários oníricos em várias noites (ou dias, porque eu também sonho de dia). Esse cenário é o banheiro. Um, em especial, mas muitos outros já foram construídos pelo meu subconsciente.  O banheiro especial é o banheiro da igreja que frequentei dos meus 0 aos meus 19 anos. Esse banheiro é claro e tem dois grandes espelhos, um de frente e um na lateral, um horizontal e um vertical. As cabines reservadas ficam a direita quando entramos, as pias ficam a esquerda, no canto da mesma parede tem um chuveiro. As paredes eram de mármore, talvez, mas o banheiro era bem claro. Sempre que me direciono a um desses grandes espelhos, me aproximo mas não vejo meu rosto refletido. Fico pensando se já me vi refletida no espelho em sonho... Acho que não. E pra não dizer que esse cenário nunca apareceu em nenhuma produção artística minha, Cômodo me veio a mente. Um curta que eu filmei

lab-cam_23/09

Imagem
Estava no meio de um laboratório/ritual/preparação. Nunca sei que nome dar ou tenho dificuldade de escolher um só. Enfim, que diferença faz o nome? Talvez seja só pra poder localizar. O led estava rosa desde a ultima vez que o liguei e deixei assim. Estava prestes a consultar o Oráculo, pra tirar uma carta. Mais uma pra série de tiradas sazonais do #oráculodosdias. Depois publico algo sobre aqui. Estava sob a esteira, onde distribuí alguns objetos; cartas achadas de baralho, o porta-vela, a cabeça da galinha, o meu caldeirão, caderno... coisas assim. A cabeça do Cristo, utilizado no último trabalho audiovisual de Ventura Profana (está para estrear) está comigo. A capturei furtivamente durante a limpeza do set. Fiz a produção junto de Eloá. Esta cabeça está entre os meus objetos mágicos, estava dentro da minha cabaça. Enquanto dançava sem muito rumo, nos olhamos, e eu o peguei pra dançar. Achei que estivesse filmando uma vez, mas não foi, da segunda fiz outra vez. Comecei o vídeo do fin

Becos, a imersão poética no Rema Maré

Imagem
Tempos de Rema e tempos de remar #tbt Os registros são da semana que passou, onde aqui mesmo na Maré, eu apresentei Becos - Uma Imersão Poética. Ritual de abertura, um pisar com o pé direito, uma cantoria, um grito e um festejo. Becos é tudo isso e mais! Becos tomou nossos corpos e fez ecoar nossas vozes pelo galpão que sediará o Espaço Normal, um projeto da Redes da Maré existente desde 2018, que busca construir um espaço de referência ao combate as drogas no território da Maré e o mês de agosto como referência sobre o tema da saúde mental.  Saúde Mental Não é Dor de Cabeça! O chão virou mar, as cadeiras viraram barcos, o canto virou poesia e eu virei âncora.  Além de ter estado em cena, também estive como assistente de direção. Uma experiência nova, um desafio e uma descoberta. É bom experimentar novos lugares e ver-se realizando! Melhor ainda é quando essa realização acontece ao lado de artistas engenhosos e fascinante > MC Martina, Thais Ayomidé, Matheus de Araújo, Jonathan Pant